Chico Xavier Fundou o Centro Espírita da Prece em Uberaba Chico Xavier Fundou

23 de dezembro de 2014  Chico Xavier  Nenhum Comentário CategoriasNotícias / Vídeos Chico Xavier no grupo espírita da prece em Uberaba  

CHICO XAVIER NO GRUPO ESPÍRITA DA PRECE EM UBERABA

 

Uma rara filmagem feita na década de 70, no Grupo Espírita da Prece, local do Evangelho no Lar de Chico Xavier, em Uberaba, MG, Agradecemos ao cineasta Oceano Vieira de Melo que “pescou” esta preciosidade.  

Temos a alegria de dirigir um trabalho espírita, nesta mesma casa fundada por Chico Xavier, toda quinta-feira das 19h30 às 22h00.  

O trabalho é simples, com leitura do Evangelho Segundo o Espiritismo (aberto à esmo) seguindo ao comentário e, numa segunda etapa, passes para cura e fluidificação das águas.  

04/04/2010 Psicógrafos continuam trabalho em Uberaba Imprimir Foto de: Gina Mardones/Comércio da Franca  Médiuns psicógrafos dão continuidade ao trabalho que popularizou Chico Xavier em Uberaba Na Casa da Prece, rebatizada por Eurípedes Higino de “Centro Espírita da Prece de Chico Xavier”, as reuniões continuam.  

Os cultos, como sempre, acontecem aos sábados, a partir das 19h30 – horário em que Chico começava os trabalhos.  

Veja:

Chico Xavier Fundou Psicógrafos continuam trabalho em Uberaba 

 

A casa simples de esquina, também localizada na Avenida João 23, foi o principal local onde Chico psicografou nos

últimos 27 anos de vida.  

Dentre os “outros” estão os médiuns Celso de Almeida Afonso, 69, e Carlos Baccelli, 57 – atualmente os principais

nomes da psicografia na cidade.  

Para tentar um contato com o “outro lado”, acompanhar o culto ou apenas tomar um passe (semelhante à benção

dos católicos), cerca de 600 pessoas passam pela casa no Bairro Fabrício durante cada reunião.  

Uma para preencher uma ficha cadastral em busca de contato com alguma pessoa morta – é preciso citar nomes (seu

e de quem morreu), grau de parentesco e as datas de nascimento e morte.  

veterinário Rafael Conagin, 23 – com quem a reportagem já havia encontrado no Museu “Chico Xavier” -, chegou

cedo ao “Aurélio Agostinho” motivado pela ansiedade de um segundo contato com a avó morta – um primeiro, conta

ele, ocorreu há seis meses.  

Chico Xavier Fundou Conagin disse que em nenhum momento duvidou da autenticidade  

Estava se recuperando quando, no ano passado, meu neto, que tinha acabado de completar 27 anos, morreu de

repente, de parada cardíaca.  

Como cada pessoa pode solicitar na ficha de cadastro o contato com até dois parentes mortos, ela tentou receber

notícias do marido e do filho.  

Uma vez escrita, a carta é lida em público e entregue ao solicitante acompanhada de uma fita cassete com a gravação

da leitura gratuitamente.  

Ourives aposentado, Celso Afonso, que soma 35 trabalhos publicados, conta que o contato com a mediunidade e a

atividade psicográfica foi incentivada e aconselhada por Chico Xavier, embora não trabalhassem juntos.  

Facebook Comments