INDIGNAÇÃO DE CHRISTIANE TORLONI DEIXOU UM RECADO PARA MÃES

 

A atriz Christiane Torloni mandou um recado poderoso nas redes sociais no último final de semana.


Ela, que viveu a dor de perder um filho, deixou uma mensagem para as mães que perderam os filhos para a pandemia de coronavírus.


“Quero deixar o meu mais profundo beijo para as mães desse país, principalmente para as mães que não estão com seus filhos e nunca mais poderão estar.

Elas perderam seus filhos para essa doença. Meu coração de mãe, de vó, está com vocês”.


Já muito emocionada, ela também mandou um recado para aqueles que negam o sofrimento causado pela doença ou menosprezam os efeitos da pandemia.


Quero deixar fortemente declarada a minha repulsa à qualquer manifestação, venha de onde vier, que banalize a dor e o luto pelo qual o Brasil está passando.


Essas pessoas que não tem alma, não tem coração, essas pessoas que estão matando o pouco de energia e de fé que temos neste momento”, afirmou. Ao fim, ela ainda pediu empatia.


“Essas pessoas que, pela força divina, sejam afastadas do lugar em que se encontram porque neste momento ela são piores do que a peste, elas são os pestes.


Que Deus nos livre dessa gente para sempre!”.

Quem já passou pela triste experiência garante: enterrar um filho é a maior dor que alguém pode ter na vida.

E foi justamente este sentimento que Christiane Torloni reviveu para interpretar Glória, em “Chico Xavier”.

Sua personagem passa o drama de perder um filho depois que ele recebe um tiro, acidentalmente, dado por um amigo.

– Infelizmente esta é uma personagem que eu não precisei compor – diz Christiane Torloni, que também perdeu um filho, de 12 anos, num acidente de carro ocorrido na garagem de sua casa, em 1991.

Não sou espírita, mas sou espiritualista.

De qualquer forma, acho a doutrina maravilhosa, de fraternidade.

Graças a ela já tive a possibilidade de ser auxiliada e continuo tendo.

Acredito que fazer o filme é uma maneira de ajudar.

Uma troca – opina Torloni, que completa:

– Desde que fiz “A viagem” (novela que se baseava em preceitos espíritas e a primeira em que ela trabalhou depois de perder o filho) já recebi muitas cartas psicografadas.

Apreendi que a gente, como ator, tem na mão uma missão que é mais do que entreter.

Outra que está no filme e passou pela triste experiência de perder dois filhos, um menino de 1 ano e 2 meses e uma menina de 18 anos, é Ana Rosa.

A atriz interpreta Carmem, uma espírita que ajuda Chico Xavier a encontrar o seu caminho:

Fonte

RECEBA MOSSA NEWSLETTER

Facebook Comments