Cientista americano choca ateus ao afirmar que a oração tem o poder de curar doenças após estudar 40 mil casos!

Cientista americano choca ateus. Bom! Bilhões de pessoas acreditam que a fé é uma ferramenta poderosa. 

Cientista americano chocou

Cientista americano choca

Paralisia do Sono

 

 

Paralisia do sono

 

os ateus ao confirmar que a oração tem o poder de curar doenças após estudar 40 mil casos?
Circula pela web um texto que afirma que um cientista americano chocou os ateus ao confirmar que a oração tem o poder de curar doenças após estudar 40 mil casos.

Segundo um texto, reproduzido em vários sites, o professor Andrew Newberg, da Universidade Thomas Jefferson, nos Estados Unidos, realizou um estudo de ressonância magnética e descobriu que a oração e a meditação são realmente poderosíssimas.

“Para chegar à conclusão de que essas práticas realmente são importantes, o dr. Andrew fez a seguinte experiência: Selecionou alguns idosos com problemas de memória para observá-los antes, durante e depois das meditações e orações.

Será que está história de que cientista americano choca ateus ao confirmar que a oração tem o poder de curar doenças após estudar 40 mil casos é verdadeira?

A matéria foi divulgada pelo portal R7.com, da Grupo Record, que também mencionou outro estudo, publicado pela revista Câncer, da Sociedade Americana do Câncer, que provou que pacientes com fortes crenças espirituais reagem melhor ao tratamento e têm menos sintomas.

Este estudo foi realizado por pesquisadores da Universidade Thomas Jefferson, nos Estados Unidos, e da Universidade de São Paulo (USP), o estudo mapeou, por meio de tomografias, os cérebros de uma dezena de médiuns brasileiros enquanto eles psicografavam.

Conclusão: Com exceção de alguns fatos (que não encontramos fontes confiáveis para confirmar), podemos dizer que está história sofreu alguma modificação, entretanto, é verdade que o especialista

tem se dedicado ao estudo da “neuroteologia”- um campo de estudo que procura compreender a relação especificamente entre o cérebro e a teologia, e mais amplamente entre a mente e religião.

Facebook Comments