Entrevista Espiritual Com Clodovil

Clodovil. CHICO E O PAR DE ABOTOADURAS DE OURO

 

 

Em recente programa de televisão, no SBT, Clodovil, o famoso estilista brasileiro, questionado pelo repórter sobre em que pessoa, de forma alguma, daria uma alfinetada, respondeu:

– Em Chico Xavier!… O Brasil precisa conhecer melhor Chico Xavier, saber quem é esse homem extraordinário, essa figura ímpar, que faz tanto bem à alma da gente…

E contou, emocionado:

– Em uma das visitas que lhe fiz, em Uberaba, levei a ele, de presente, um par de abotoaduras de ouro. Chico agradeceu muito, conversamos descontraidamente por alguns minutos e, quando fomos nos despedir, ele me pediu que esperasse… Foi ao seu quarto e voltou com um relógio nas mãos, com que, gentilmente, me retribuiu o presente que eu lhe fizera… Ele não me disse nada, mas, então, pude compreender qual seria, em breve, o destino daquele par de abotoaduras de ouro que eu lhe dera!…

Livro: Chico Xavier, o Apóstolo da Fé: 75 Anos de Mediunidade

Psicografia de Clodovil

Assine a nossa Newsletter

 

E-MAIL

 

 

Sempre gostei de percorrer as páginas dos jornais on line, para descobrir, em suas manchetes, um tema interessante para meus artigos espíritas. Hoje me deparei com a manchete do título desse artigo e fiquei muito surpreso. O jornal folha.com informava o seguinte:

“O programa Visão Paranormal promete exibir nesta quarta-feira (20), às 21h, uma entrevista exclusiva com Clodovil Hernandes, que morreu em 2009. Material de arquivo?

Não.

Inédito mesmo.

A atração, exibida no portal de TV ABDCD e no You Tube, convidou o secretario particular de Clodovil, Maurício Petiz, para participar do programa.

Ele dará uma entrevista a Rosa Maria Jaques, apresentadora que tentará contatar o espírito de Clodovil durante o programa.

João Tochetto, jornalista responsável pela atração, diz que Rosa costuma se comunicar muito com Clodovil, e que o estilista e deputado federal chegou a dar alguns pitacos espirituais na decoração da casa da apresentadora”.

O Brasil é um país abençoado em termos de crença religiosa.

A liberdade de expressão e de crença é plena. Qualquer pessoa pode exercitar suas crenças do modo que quiser.

Entretanto, em se tratando de mediunidade, existem condições especiais para que essa qualidade se evidencie e, uma delas, é o ambiente apropriado.

Não creio que o ambiente televisivo seja ideal, para se comunicar com um Espírito.

Normalmente, os Espíritos são avessos a propaganda pessoal. Está mais do que provado e, mesmo nos Centros Espíritas, onde existe ambiente adequado e preparação cuidadosa, eles são arredios e muitas vezes não comparecem, quando invocados.

Confesso que não sou autoridade nesse assunto. Temos grandes ícones Espíritas, com grande experiência nesse assunto, como Divaldo Pereira Franco, Jorge Luiz Hessen, etc.

Todavia, haveremos de convir de que a propaganda mediúnica, nada acrescenta ao Espiritismo, na minha modesta opinião.

Allan Kardec, na sua obra “O Livro dos Mediuns”, nos fala sobre a influência do meio nos médiuns:

“O meio em que se acha o médium exerce influência nas manifestações. Todos os Espíritos que cercam o médium o auxiliam, para o bem ou para o mal.

Os Espíritos Superiores podem triunfar da má-vontade do Espírito encarnado que lhes serve de intérprete e dos que o cercam, às vezes, por uma graça especial, mal grado à imperfeição do médium e do meio, mas, então, estes se conservam completamente estranhos ao fato.

Os Espíritos Superiores não vão às reuniões onde sabem que a presença deles é inútil. Mas, vão aos meios pouco instruídos, onde há sinceridade, de boa mente, ainda mesmo que aí só instrumentos medíocres encontrem. Não vão, porém, aos meios instruídos onde domina a ironia.

Em tais meios, é necessário se fale aos ouvidos e aos olhos: esse o papel dos Espíritos batedores e zombeteiros. Convém que aqueles que se orgulham da sua ciência sejam humilhados pelos Espíritos menos instruídos e menos adiantados.

Aos Espíritos inferiores não é interdito o acesso às reuniões sérias. Algumas vezes lhes é permitido assistir a elas, a fim de aproveitarem os ensinos que vos são dados; mas, conservam-se silenciosos, como estouvados numa assembléia de gente ponderada.

Fonte: Rede amigos Espíritas

Facebook Comments