Da Terra Espíritos que vão Ajudar na Transição da Terra Já Estão Encarnados da terra

“A população terrestre alcança a passos largos o expressivo número de sete bilhões de seres reencarnados simultaneamente, disputando a oportunidade da evolução…  

Espíritos que vão Ajudar na Transição da Terra Já Estão Encarnados

Veja:

Embora as grandes aquisições do conhecimento tecnológico e dos avanços da ciência na sua multiplicidade de áreas, nestes dias conturbados os valores transcendentes não têm recebido a necessária consideração dos estudiosos que se dedicam à análise e à promoção dos recursos humanos, vivendo mais preocupados com as técnicas do que com o comportamento moral, que é de suma importância.  

Por isso, a herança que se transfere para as gerações novas que ora habitam o planeta diz mais respeito à ganância, ao prazer dos sentidos físicos, à conquista de espaço de qualquer maneira, dando lugar à violência e à desordem…  

Têm ocupado lugar o materialismo e o utilitarismo, contexto em que muitos comprazem-se distantes da solidariedade, da compaixão e dos espírito fraternal, ante a dificuldade da real vivência do amor, conforme ensinado e vivido por Jesus.  

Felizmente, o fim do mundo de que falam as profecias refere-se àquele de natureza moral, com a ocorrência natural de sucessos trágicos que arrebatarão comunidades, facultando a renovação, que a ausência do amor não consegue lograr como seria de desejar…  

Esses fenômenos não se encontram programados para tal ou qual período, num fatalismo aterrador como muitos que ignoram a extensão do amor de Nosso Pai divulgam,mas para um largo período de transformações, adaptações, acontecimentos favoráveis à vigência da ordem e da solidariedade entre todos os seres.  

Da terra Renovação gradual 

compreensível, portanto, que a ocorrência mais grave esteja, de certo modo, a depender do livre-arbítrio das próprias criaturas humanas, cuja conduta poderá apressar ou retardar a sua constituição, suavizando-a ou agravando-a…  

Se as mentes, ao invés do egoísmo, da insensatez e da perversidade, emitissem ondas de bondade e de compaixão, de amor e de misericórdia, certamente o panorama na Terra seria outro.  

Compreendendo-se a transitoriedade da experiência física, no futuro a psicosfera do planeta será muito diferente porque as emissões do pensamento alterarão as faixas vibratórias atuais que contribuirão para a harmonia de todos e para o aproveitamento do tempo disponível.  

amor de Nosso Pai e a ternura de Jesus para com o Seu rebanho diminuirão a gravidade dos acontecimentos, mediante também a compaixão e a misericórdia, embora a severidade da lei do progresso.  

Por essa razão, todos devemos empenhar-nos no trabalho de transformação moral interior, envolvendo-nos em luz, de modo que nenhuma treva possa causar-nos transtorno ou levar-nos a dificultar a marcha da evolução.  

Certamente, os espíritos fixados nas paixões degradantes sintonizarão com ondas vibratórias próprias a mundos inferiores, para eles transferindo-se por sintonia, onde se tornarão trabalhadores positivos pelos recursos que já possuem em relação a essas regiões atrasadas nas quais aprenderão as lições da humildade e do bem proceder.  

Da terra A GERAÇÃO NOVA 

Assim, a divulgação do Espiritismo é de fundamental importância por demonstrar a todos a imortalidade, a justiça divina, a mediunidade, os mecanismos de valorização da experiência na reencarnação e o imenso significado de cada momento existencial.  

Desse modo, convidemos a todos o aprendizado pelo amor, à reflexão e ao labor da caridade fraternal com que se enriquecerão, preparando-se para a libertação inevitável pela desencarnação, quando ocorrer.  

Louvar e agradecer ao Senhor do Universo pela glória da vida que nos é concedida e suplicar-Lhe auxílio para sermos fiéis aos postulados do pensamento de Jesus, nosso Mestre e Guia, constituem deveres nossos em todos os momentos.  

Entretanto, todos os trabalhadores do bem devem atentar para o fato de que experimentarão o aguilhão da

dificuldade, sofrerão o apodo e a incompreensão desenfreada que têm sido preservados pela invigilância dos que nada contribuem.  

Todos serão chamados ao sacrifício, de alguma forma, a fim de demonstrarem a excelência dos conteúdos

evangélicos, considerando-se, por um lado, as injunções pessoais que exigem reparação e, por outro, a fidelidade

que pede confirmação pelo exemplo.  

As entidades que se comprazem na volúpia da vampirização das energias dos encarnados distraídos e insensatos,

voltam-se contra os emissários de Jesus onde se encontrem, gerando conflitos em sua volta e agredindo-os com ferocidade.  

Que o discernimento superior possa assinalar-nos a todos, e que os mais valiosos recursos que se possuam sejam colocados à disposição do Senhor da Vinha que segue à frente.”  

Transformação da terra  

Colocados no ponto intermédio, assistimos à partida de uma e à chegada da outra, já se assinalando cada uma, no mundo, pelos caracteres que lhes são peculiares…’  

transição ora vivida pela Terra, que está passando de “mundo de expiação e provas” para “mundo de regeneração”,

perdura na pauta de temas fervilhantes e continua provocando o interesse de adeptos das mais diversas vertentes do

pensamento religioso, principalmente os espiritistas.  

Mas é preciso que se diga que tais acontecimentos, naturalmente associados à transição em curso, ocorre, segundo a

Doutrina Espírita, porque os mundos também precisam evoluir, capacitando-se a receber as humanidades que

também se renovam na sua caminhada evolutiva.  

As transformações que esta geração assiste, portanto, fazem parte desse processo, que elevará a Terra a um grau

superior no concerto dos mundos,  daí resultando melhor ambiente físico, moral e espiritual, para que nela possa habitar essa humanidade renovada.  

Mas, importa-nos hoje, destacar o texto “A Geração Nova”, de autoria de Allan Kardec, que transcrevemos a seguir,

constante da sua grande obra “A Gênese”, texto  esse que traz subsídios relevantes para o bom entendimento do assunto.  

Havendo chegado o tempo, grande emigração se verifica dos que a habitam: a dos que praticam o mal pelo mal,

ainda não tocados pelo sentimento do bem, os quais, já não sendo dignos do planeta transformado, serão excluídos,

porque, senão, lhe ocasionariam de novo perturbação e confusão e constituiriam obstáculo ao progresso.  

Transição da terra 

Irão expiar o endurecimento de seus corações, uns em mundos inferiores, outros em raças terrestres ainda

atrasadas, equivalentes a mundos daquela ordem, aos quais levarão os conhecimentos que hajam adquirido, tendo por missão fazê-las avançar.  

Sem dúvida, neste sentido é que Jesus entendia as coisas, quando declarava: «Digo-vos, em verdade, que esta

geração não passará sem que estes fatos tenham ocorrido.» (*) Assim decepcionados ficarão os que contem ver a transformação operar-se por efeitos sobrenaturais e maravilhosos.  

Colocados no ponto intermédio, assistimos à partida de uma e à chegada da outra, já se assinalando cada uma, no mundo, pelos caracteres que lhes são peculiares.  

Pela natureza das disposições morais, porém sobretudo das disposições intuitivas e inatas, torna-se fácil distinguir a

qual das duas pertence cada indivíduo.  

Cabendo-lhe fundar a era do progresso moral, a nova geração se distingue por inteligência e razão geralmente

precoces, juntas ao sentimento inato do bem e a crenças espiritualistas, o que constitui sinal indubitável de certo grau de adiantamento anterior.  

Transição do Planeta Terra‏

Não se comporá exclusivamente de Espíritos eminentemente superiores, mas dos que, já tendo progredido, se

acham predispostos a assimilar todas as idéias progressistas e aptos a secundar o movimento de regeneração.  

Quando a Terra se achar livre deles, os homens caminharão sem óbices para o futuro melhor que lhes está

reservado, mesmo neste mundo, por prêmio de seus esforços e de sua perseverança, enquanto esperem que uma

depuração mais completa lhes abra o acesso aos mundos superiores.  

Uma vez subtraídos à influência da matéria e dos prejuízos do mundo corporal, eles, em sua maioria, verão as coisas

de maneira inteiramente diversa daquela por que as viam quando em vida, conforme os múltiplos casos que conhecemos.  

O estado dos costumes e da sociedade estará, portanto, no seio de um povo, de uma raça, ou do mundo inteiro, em

relação com aquela das duas categorias que preponderar.  

Figuremos um regimento composto na sua maioria de homens turbulentos e indisciplinados, os quais ocasionarão

nele constantes desordens que a lei penal terá por vezes dificuldades em reprimir.

Partidas coletivas 

Suponhamos que esses homens são retirados um a um, dez a dez, cem a cem, do regimento e substituídos

gradativamente por iguais números de bons soldados, mesmo por alguns dos que, já tendo sido expulsos, se corrigiram.  

têm igualmente o de transformar mais rapidamente o espírito da massa, livrando-a das más influências e o de dar

maior ascendente às idéias novas.  

Muito outro é o efeito, quando a melhora se produz simultaneamente sobre grandes massas, porque, então,

conforme as proporções que assuma, numa geração, pode modificar profundamente as idéias de um povo ou de

uma raça.  

São as folhas que caem no outono e às quais sucedem outras folhas cheias de vida, porquanto a Humanidade tem

suas estações, como os indivíduos têm suas várias idades.  

ele lhes compreende o objetivo e não ignora que os homens não perdem mais por morrerem juntos, do que por

morrerem isolados, dado que, duma forma ou doutra, a isso hão de todos sempre chegar.

Facebook Comments