ESPÍRITO REAL CAPTADO EM VÍDEO? 5 CASOS PARANORMAIS

A palavra espírito apresenta diferentes significados e conotações diferentes, a maioria deles relativos a uma forma de energia em contraste com o corpo físico.

FANTASMA REAL CAPTADO EM VÍDEO? 5 CASOS PARANORMAIS 2018!

As noções de espírito e alma de uma pessoa muitas vezes também se sobrepõem, como tanto contraste com o corpo e ambos são entendidos como sobreviver à morte do corpo na religião e ocultismo, e “espírito” também pode ter o sentido de “fantasma”, ou seja, uma manifestação do espírito de uma pessoa falecida.

ESPÍRITO REAL CAPTADO EM VÍDEO

termo também pode se referir a qualquer incorpóreo ou ser imaterial, tais como demônios ou divindades, no cristianismo especificamente do Espírito Santo (embora com um “S”) vivido pelos discípulos no Pentecostes.

palavra espírito tem sua raiz etimológica do Latim “spiritus”, significando “respiração” ou “sopro”, mas também pode estar se referindo a “coragem”, “vigor” e finalmente, fazer referência a sua raiz no idioma PIE *(s)peis- (“soprar”).

Enquanto certos ramos do cristianismo defendem que `corpo´ e `espírito´ são partes integrantes do homem, e que este último, separa-se em caso de morte para receber sua recompensa (Céu ou Inferno) segundo as obras praticadas em vida;

outros defendem que o homem é uma unidade indivisível de corpo,

mente (alma) e espírito, e que este último, é somente um

`vento´ ou `fôlego de vida´ soprado por Deus nas narinas

do homem na Criação (Gênesis 2:7) e que não possui,

em si, qualquer inteligência ou emoção após a morte

(Eclesiastes 9:5,6 e 10), alcançando, o ser, sua recompensa

(vida eterna ou morte eterna) em carne e osso.

Ele é frequentemente considerado como um princípio

ou essência da vida incorpórea

(religião e tradição espiritualista da filosofia),

mas pode também ser concebido como um princípio material

(conjunto de leis da física que geram nosso sistema nervoso).

Dar um nome aos seres vivos ou não, emitir o som do nome

(i.e, chamar por um nome, imitar as vozes dos animais,

mimetizá-los, fazer do nome onomatopeia,

apresentar-lhes na língua, dar-lhes uma palavra

que lhes chame etc), fazer soar pela emissão do

sopro vocal, significava possuir

(ter o que é deles, a carne, a voz, i.e., ser-lhes o proprietário).

Facebook Comments