Reencarnação A Masturbação e as Energias Geradas

Masturbação e as Energias Geradas espiritualidade

Veja:

1° chakra – Chakra Básico

Sua abertura está voltada para a terra, absorvendo a energia telúrica. Está ligado às glândulas suprarrenais e têm tudo a ver com liberação da adrenalina na corrente sanguínea. Quando está hiperativado ocorrerá desgaste da suprarrenal, liberação exagerada de adrenalina e suas consequência – tem a ver com a conexão à vida e a capacidade que temos de sobreviver. Também tem a ver com a estrutura do corpo, pernas e pés. Quando temos o 1º chakra equilibrado teremos condições de caminhar com equilíbrio no planeta com saúde física garantida.

2° chakra – Chakra Sexual

Está ligado aos testículos, no homem, e aos ovários, na mulher. Corresponde à energia de procriação, reprodução e controle dos líquidos no nosso corpo. Afeta a genitália, sistema urinário, excretor e renal. Está relacionado com a auto-estima e representa nosso corpo emocional. Este chakra também é chamado de sacro, pela região onde está situado (que não tem a ver com “sagrado” – todos os chakras são sagrados, todo nosso ser o é). Trabalha em paralelo com outro chakra muito importante e fisicamente próximo, o chakra esplênico (do baço). O seu bloqueio pode causar desânimo, impotência (inclusive, sexual), baixa auto-estima e problemas de relacionamentos.

3° chakra – Plexo Solar

3º chakra – também chamado de plexo solar, o 3º chakra principal está situado acima do umbigo, está ligado ao pâncreas e, e nesta região que ficam retidas as emoções mais densas – raiva, medos, rancor, ansiedade – portanto, é um chakra que precisa ser equilibrado e limpo com rotina para desintoxicar nosso organismo, já que essas energias pesadas abundam no meio humano, ainda. O desequilíbrio no plexo solar poderá ocasionar doenças hepáticas, gástricas e diabetes.

4° chakra – Chakra Cardíaco

Situa-se no meio do peito (esterno), e abrange coração e pulmões. Está relacionado com a glândula timo e a alegria de viver, a capacidade de amar e expressar sentimentos positivos e, fisicamente, ao sistema imunológico. A limpeza e reequilíbrio do 4º chakra ajudará a manter os 3 chakras inferiores também limpos e reequilibrados.

5° chakra – Chakra Laríngeo

5º chakra – na garganta, este chakra está relacionado com a tireoide (e paratireoides), com a capacidade de verbalização e comunicação, expressão das ideias e concretização dos projetos idealizados. Quando bloqueado você sentirá dor na região, afonia, tensão na nuca, sensações que podem irradiar para os braços e mãos pois, estes são extensões físicas do chakra da garganta.

6° chakra – Chacra Frontal

6º chakra – entre as sobrancelhas, sobre a testa, está o nosso terceiro olho, o 6º chakra, que se relaciona com a visão interior, a intuição e a conexão com a consciência. Não por acaso este chakra está ligado a glândulas como a pituitária e a hipófise. É através dele que se mantém nossa porção lógica, os ideais, a capacidade de raciocínio, aprendizagem, observação e intuição. Tem a ver com tudo o que acontece com olhos, ouvidos e nariz. Seu desequilíbrio nos desconecta da realidade que vivemos no planeta e reduz a nossa capacidade de “trocar informações” com nossos semelhantes.

7° chakra – Chakra da Cabeça

7º chakra – coronário, por estar no alto da cabeça (coroa), fora do corpo físico, este chakra está ligado à glândula pineal, a glândula da alma, e se abre ao universo, à consciência universal de todos os seres (não só os humanos).

Fonte: https://www.greenme.com.br/yoga/4695-equilibrando-seus-chakras

 

 

Facebook Comments