Mediunidade nas Igrejas, Espíritos que se manifestam nas Igrejas

Mediunidade nas Igrejas

Mediunidade nas Igrejas

Unção divina, poder do Espírito Santo, batismo com fogo ou com o Espírito Santo, poder de Deus, enfim, existem muitos nomes usados no pentecostalismo para a energia espiritual liberada pelos Espíritos que atuam ali. “ Respondeu João a todos, dizendo :

Eu, na verdade, batizo – vos com água, mas eis que vem aquele que é mais poderoso do que eu, do qual não sou digno de desatar a correia das alparcas ; esse vos batizará com o Espírito Santo e com fogo. Na ideologia evangélica pentecostal, quando uma pessoa passa pela conversão, também chamada de “ novo nascimento ”, ela recebe o selo do Espírito Santo para a salvação, o qual é um penhor do cristão para que futuramente receba seu resgate das mãos de Deus.

Fostes selados com o Espírito Santo da promessa.

O qual é o penhor da nossa herança, para redenção da possessão adquirida, para louvor da sua glória.

Mas, segundo isso, ela ainda não passou pelo batismo com o Espírito Santo e com fogo, apenas recebeu o selo do Espírito para a salvação, e quando o batismo do Espírito vem, ela fica então cheia do Espírito Santo e por isso capacitada para sair pelo mundo e evangelizar pessoas com acompanhamento de sinais e prodígios que seguiriam aqueles que cressem, tais como curas, prodígios e outros supostos milagres que se baseiam nas palavras de Jesus que disse :

“ E estes sinais seguirão aos que crerem : Em meu nome expulsarão os demônios ;

falarão novas línguas. Vendo pela ótica espírita, os sinais que são executados no meio pentecostal são relativamente fáceis de compreender quando se tira o véu do fanatismo e ignorância, pois os sinais, as manifestações e as curas ocorrem em qualquer segmento que trabalhe com pessoas e para pessoas, porque os Espíritos estão em todo lugar e afoitos por trabalho.

Se após desencarnar um Espírito continua o mesmo em sua personalidade, com os mesmos valores, defeitos e crenças, não é surpresa que este ainda continue atuando em meio ao seu segmento religioso e no meio pentecostal existem médicos, psicólogos, líderes, políticos, teólogos e até nativos selvagens que após o desencarne ainda atuam nas igrejas pentecostais, Espíritos de diversas vertentes da sociedade e que entendem em algum momento que precisam trabalhar, ainda mais se souberem, de alguma forma, seja por intuição ou inspiração, que a transição planetária já está acontecendo.

Os mesmos, então, entregam

– se ao trabalho e nisso são liderados por um Espírito de estirpe superior que lhes vem prestar auxílio.

Dependendo da evolução desses Espíritos, alguns pensam até tratar – se de Deus ou do Cristo esse Espírito que os auxilia. O que nós pentecostais não conseguimos ver é a enorme falange de Espíritos volitando ( voando ) sobre as pessoas dentro da nave da igreja e quando alguns, com segunda visão, os consegue vislumbrar, lhes parecem em formas de anjos e com poderes extraordinários, mas que são simplesmente energia liberada pelo Espírito de estirpe mais avançada que os auxilia.

Tudo é feito de energia e a energia da espiritualidade superior é muito mais pura e quanto mais purificamos os pensamentos e intenções recebemos mais energias dos Espíritos mais elevados e puros, em uma reunião onde todos têm o firme pensamento de fazer o bem com muita seriedade.

Os Espíritos mais puros ali vêm lhes energizar, ora a energia passa por todos na reunião, encarnados e desencarnados, sem contar os nossos companheiros de caminhada que estão ligados a nós pelos laços da afinidade, sejam os bons ou os maus.

Facebook Comments