Como conviver com pessoas que nos fazem mal?

Pessoas que são egocêntricas, manipuladoras, interesseiras,

arrogantes, rancorosas, amarguradas, mal amadas, invejosas ou fracassadas, que não conseguem ver o sucesso ou a felicidade alheia.

Enfim, pessoas sombrias que minam os relacionamentos e amizades com intrigas, críticas excessivas, falta de consideração e respeito pelo outro e abusos verbais ou físicos.

Muitas vezes acabamos agindo por impulso para evitar essas pessoas, ou, na pior das hipóteses, acabamos agindo da mesma forma.

pessoas que nos fazem mal

São tóxicas, porque conseguem despertar o que há de pior dentro de nós, não apenas no sentido de maldade ou crueldade, mas no sentido de perdermos a identidade, a autonomia, a energia, a iniciativa e o poder de decisão.

São verdadeiros vampiros, sem Luz própria, que consomem nossa energia vital, que exploram e manipulam pessoas de acordo com os seus interesses e vivem às custas da energia dos outros para se sustentarem.

Sabem dar conselhos como ninguém tem um discurso lindíssimo

para o mundo lá fora, mas que, na vida pessoal, nos bastidores,

na vida íntima, são pessoas frustradas, isoladas, verdadeiras

ilhas no meio da sociedade, que não tomam para si os próprios conselhos.

Ficamos hipnotizados, fascinados, imersos numa imensa ilusão,

até o dia em que despertamos e tomamos consciência de

que estamos muito mal, morrendo por dentro, e que algo urgente necessita ser feito.

Em nossa busca pela felicidade, por tudo aquilo que nos

traz bem-estar e alegria, o grande segredo é não

se deixar influenciar, se afastar e evitar a convivência com esses tipos.

Isso não significa alimentar sentimentos negativos dentro de

si com relação a eles, mas de preferência visualizá-los

felizes e agradecidos em sua vida, emanando

energias e vibrações positivas.

Facebook Comments