Faço parte de um grupo de pessoas que trabalham para esclarecer Psicografia de Chacrinha o despertar de um espírito é muito Complicado

Psicografia de Chacrinha.  Abelardo Barbosa
De Lino zechetto
Araçatuba, 12/09

Psicografia de Chacrinha

*Nota do médium
As psicografias são digitadas.

Não são editadas (salvo exceções)
São realizadas em média de 10/15 minutos, ‘inspiradas’ em sua maioria nas

leituras do evangelho segundo o espiritismo realizadas nas aberturas dos trabalhos.

Psicografias (+ 5 milhões de visualizações).

Chacrinha
Boa tarde amigos

Roda, roda, roda…

Que maravilha poder falar, escrever para vocês que habitam a nossa querida Terra.

Já me acostumei com essa nova vida. Não é muito diferente.
Aqui tem muita gente, bem mais do que aí.

Faço parte de um grupo de pessoas que trabalham para esclarecer, elucidar os irmãos que desencarnaram e mantêm consciência apenas parcial dos fatos ou mesmo nenhuma.

Mantemos um local onde, com a colaboração de artistas convidados, apresentamos peças teatrais e musicais com temas que abordam o assunto.

Temos colaborado e consequentemente ajudado muitas pessoas, esclarecendo e reintegrando as mesmas ao mundo pleno, espiritual.

São caravanas que partem das mais diversas áreas com destino ao nosso local de trabalho, mais especificamente em região dentro dos limites do Rio

de Janeiro, cidade maravilhosa, hoje tão sofrida e acometida pelos desmandos que ocorrem há décadas, mas, isso é um outro assunto, para um outro dia.

Creiam, o despertar de um espírito ao desencarnar torna-se, dependendo do caso, muito complicado e enquanto isso não ocorre ele sobrevive na

penumbra da inconsciência, lhe causando danos difíceis de reparação, mantendo-o em processo de estagnação por tempo indeterminado,

prejudicando sua vida, que requer experiência e aprendizado constante para sua evolução.

Os espíritas realizam esse trabalho de conscientização com muita eficiência. Dependendo dos casos, encaminhamos os irmãos necessitados de

tratamento e orientação para os Centros.

Fora isso, temos nossa vida particular e não posso reclamar da minha.

Como disse, aqui tem muita gente e, enquanto Deus permitir, vou apresentando meus programas.

Roda, roda, roda…

Teresinha!!!

Abraços, Chacrinha

Facebook Comments