CHICO XAVIER FALA SOBRE UMBANDA E CANDOMBLÉ

Respostas sobre UMBANDA É CANDOMBLÉ dadas pelo médium mineiro CHICO XAVIER no programa Pinga Fogo de 1971  

CHICO XAVIER FALA SOBRE UMBANDA E CANDOMBLÉ

Chico Xavier Pinga Fogo 1971 Falando sobre as entidades de Umbanda

 

 

Os espíritos que trabalham nos terreiros, em sua grande maioria, são aqueles que ainda guardam grandes necessidades das sensações terrenas e por isso usam os médiuns para absorvelas;  

É claro que existem aqueles outros que, mesmo tendo condição moral mais elevada, manifestam-se nos terreiros de Umbanda, guardando os procedimentos ali adotados 

Veja:

CANDOMBLÉ  

Pergunta: Qual a diferença entre as entidades de luz da Doutrina Kardecista e os orixás do Candomblé, que são reverenciados em seus templos com bons pratos, roupas tradicionais e músicas?  

Allan Kardec foi o codificador dessa Doutrina, ou seja, através de método científico, reuniu e compilou, com a ajuda de vários médiuns, as informações que hoje conhecemos editadas nos livros básicos da Doutrina Espírita.  

Umbanda 

Os espíritos que trabalham nos terreiros, em sua grande maioria, são aqueles que ainda guardam grandes necessidades das sensações terrenas e por isso usam os médiuns para absorvelas;  

É claro que existem aqueles outros que, tendo condição moral mais elevada, manifestam-se nos terreiros de Umbanda, guardando os procedimentos ali adotados.  

Anos depois, Chico ressaltou:  “Eu sempre compreendi a Umbanda como uma comunidade de corações profundamente veiculados a caridade com a benção de Jesus Cristo e nesta base eu sempre devotei ao movimento umbandista no Brasil o máximo de respeito e a maior admiração.”  

Candomblé, que são reverenciados em seus templos com bons pratos, roupas tradicionais e músicas?  

Allan Kardec foi o codificador dessa Doutrina, ou seja, através de método científico, reuniu e compilou, com a ajuda de vários médiuns, as informações que hoje conhecemos editadas nos livros básicos da Doutrina Espírita.  

esta reside no fato de que os espíritos de luz encontram-se em elevada condição de evolução moral, estando, portanto, livres das sensações materiais.  

Chico Xavier e a Umbanda 

Chico Xavier: Eu sempre compreendi a Umbanda como uma comunidade de corações profundamente veiculados a caridade com a benção de Jesus Cristo e nesta base eu sempre devotei ao movimento umbandista no Brasil o máximo de respeito e a maior admiração.  

Seleções de Umbanda: Chico, cada religião, traz ou deve trazer algo de verdadeiro que possa contribuir a salvação de seus profientes (o Hinduísmo trouxe o dharma para os Hindus, o Hermetismo a ciência e o poder das forças ocultas, o Orfismo é a religião da beleza para os gregos, o Cristianismo o amor e assim por diante) o que traz de positivo a Umbanda?  

Sem conhecimento de alicerces umbandísticos para formar uma opinião específica eu prefiro acreditar que todos os

umbandistas são também grandes cristãos construindo a grandeza da solidariedade cristã no Brasil para a felicidade do mundo.  

é que seria extremamente importante se a mediunidade recebesse a doutrinação do espírita do evangelho com as

explicações de Alan Kardec fosse onde até mesmo noutras faixas religiosas que não fosse a Umbanda.  

Cinco horas da manhã do dia 19 de abril de 1976, despedimo-nos de Chico que atendera perto de 2.000 pessoas

totalizando assim 18 horas de trabalhos ininterruptos na Comunhão Espírita Cristã de Uberaba.ganhar dinheiro  

ESPIRITISMO, UMBANDA E CANDOMBLÉ 

Espiritismo Origem – Em 1848, duas irmãs de uma família tradicional da cidade de Hydesville (situada em Nova Iorque,

Estados Unidos), trouxeram a público o fato de que estabeleciam contato com uma espécie de “agente invisível”, com o

qual conversavam por meio de batidas nas paredes de sua casa.  

Em 1857, Kardec publicaria O Livro dos Espíritos, fundamentando, assim, a doutrina espírita de acordo com os

ensinamentos que lhe foram transmitidos por esses mesmos “agentes invisíveis”, os quais passou a denominar como

espíritos evoluídos.  

Nesse processo, somos convidados a solucionar questões kármicas (ou seja, pendências que, de alguma maneira,

impedem nosso desenvolvimento), até que possamos atingir o estágio máximo de evolução espiritual, o que justifica a

necessidade de tantas reencarnações.  

O contato entre encarnados e desencarnados se dá mentalmente (sem que haja domínio completo do corpo por parte dos

desencarnados), como uma forma de transmitir experiências e ensinamentos do mundo extraterreno, de modo que os

habilitados a executar essa missão são apenas os espíritos mais elevados.  

Umbanda Origem – A umbanda é tida como religião verdadeiramente brasileira, já que nasceu em terras tupiniquins a

partir da mescla de princípios da Igreja Católica, espiritismo, candomblé e também do culto praticado pelos indígenas,

conhecido como “pajelança”.  

Esses guias, muitas vezes, portam-se como crianças, pretos velhos, indígenas, entre outros, e chegam a manifestar vícios

adquiridos nas últimas encarnações (muitos são adeptos do tabagismo, por exemplo).  

Candomblé 

A principal delas pode ser observada no chamado sincretismo religioso, a partir do qual cada orixá foi associado a um

santo da Igreja Católica, com o intuito de despistar os jesuítas e dar continuidade ao culto sem que houvesse punições a

seus praticantes.  

Fundamentos – A prática religiosa do candomblé dá-se apenas a partir da incorporação por parte dos médiuns das

divindades conhecidas como orixás.  

Essas divindades, trazidas em terra, teriam o potencial de anular energias negativas e, por si só, proporcionar a harmonia

e a espiritualidade necessárias aos seres humanos.

Facebook Comments

Deixe uma resposta