A JOVEM SEREIA QUE SE APAIXONOU PELO TRITÃO

A JOVEM SEREIA QUE SE APAIXONOU PELO TRITÃO ( ESPECIAL DIA DAS CRIANÇAS ) – Olá a todos sejam bem vindos.

A JOVEM SEREIA QUE SE APAIXONOU PELO TRITÃO

Assine a nossa Newsletter



 

As sereias e os Tritões fazem parte da mitologia, porém também fazem parte da cultura de vários povos e de muitas religiões pelo mundo. Aliás em várias delas. Porque é o mesmo que dizer que são anjos ou demônios. E se você não pode provar que os primeiros existem, você também não pode provar que as sereias não existiram ou existem.

Mas esse breve explicação é por causa de uma estória que irei te contar hoje. De uma pequena sereia, aliás uma jovem sereia e de um jovem Tritão. Não se trata de algo simples. É sensacional. Essa estória merece ser ouvida. Então feche seus olhos e apenas ouça minha voz.

Bem, os tritões assim como as sereias, foram descritos pela primeira vez na mitologia grega, apesar de muito antes disso, já terem sido representados em pinturas rupestres pelos sumérios.

Sobre a mitologia grega há uma confusão aqui no Brasil. Muita gente pensa que as sereias começaram a ser descritas apenas na forma grega da mulher com corpo de pássaro (sirenas). Essa confusão existe aqui no Brasil porque nós traduzimos nossas sereias com corpo de peixe para “sereia” mesmo, que era a forma grega de chamar as mulheres-pássaros, ou sirenas. Nos EUA e em outras línguas eles diferiam as Sirenas (com corpo de pássaro), das “mermaids” (no caso do inglês) com corpo de peixe. “Mere” vem do inglês medieval, que quer dizer “mar”. Por isso que os tritões lá são chamados de “merman” = homem do mar.
Por isso toda essa confusão aqui e nos países de lingua latina.

E muita gente acha que a forma da sereia com corpo de peixe veio da idade média. Mas não é verdade, como eu falei, é bem antes disso, foram descritas pela primeira vez na mitologia grega, há muitos anos antes de Cristo, e já haviam sido desenhadas pelos sumérios em pinturas rupestres que datam de pelo menos 20 mil anos atrás.Ou seja, as sereias sempre estiveram presentes na humanidade.

E essa é também a minha birra quando falam que as sereias são más. Não, não são más e não começaram a ser descritas assim. Já na mitologia grega quem eram as assassinas eram as Sirenas (com corpo de pássaro e canto lindo e mortal). As mulheres que tinham corpo de peixe eram as nereidas, as ninfas do mar, que hoje nós chamamos de “sereias”. Na maioria das vezes as nereidas são retratadas como mulheres mesmo, com pernas, que vivem nuas nos mares e rios, mas em algumas ocasiões elas já tinham a cauda de peixe, ou pelo menor os pés em forma de cauda de peixe. Vcs já devem ter visto algumas representações de sereias em que a cauda começa apenas do joelho pra baixo, né? Então, algumas nereidas eram assim.

As nereidas são muito confundidas com as sirenas de corpo de ave pois também eram mulheres muito lindas, com longos cabelos entrelaçados de pérolas e possuíam um canto belíssimo, mas não mortal, porém que ganhava o coração dos homens, até porque eram realmente muito belas. A diferença mais comum do canto das sereias para as sirenas é que as sereias (ou nereidas) utilizavam apenas a própria voz para cantar e acalmar ou enfurecer as ondas, já as sirenas utilizam de liras e harpas e cantavam apenas para matar os humanos… hehehehe.
As sereias (ou nereidas) são filhas da oceânica Dóris com o deus Nereu, o ancião dos mares. Pouca gente conhece esse deus, ele é anterior ao Poseidon.

Na Mitologia grega as nereidas são 51 (uma boa ideia)! Mas tem alguns mitógrafos que citam mais de 90 nereidas! hehehe, e são freqüentemente imaginadas no fundo do mar, sentadas em tronos de ouro, ou mostrando suas lindas cabeleiras à tona, enquanto nadam entre os tritões e cavalgam golfinhos e cavalos-marinhos gigantes, no cortejo de Poseidon. Trazem à mão ora um tridente, ora uma coroa, ora um galho de coral.

As Nereidas eram veneradas como ninfas do mar, gentis e generosas, sempre prontas a ajudar os marinheiros em perigo e os animais marinhos. Portanto, eram BOAS!!!

O único relato onde elas prejudicam os mortais consta do mito de Andrômeda. Segundo o mito, depois que Cassiopédia disse que sua filha Andrômeda era mais linda que as nereidas, elas ficaram p. da vida (e com razão, oras bolas! hahahahaha. Ninguém é mais linda que as sereias! :P) e foram reclamar com Poseidon. O deus dos mares, para vingá-las, inundara todo o local e enviara às praias um monstro marinho que devorava humanos… hehehehe

Mas enfim, as sereias (ou nereidas, como queiram falar) são boas e lindas.

E é por isso que na Europa ou mesmo nos EUA as sereias são muito retratadas também como sendo boas e não sempre más e assassinas.

Bem, mas vamos falar dos tritões é o que nos interessa aqui, não é mesmo?? É que eu me empolguei demais!

Os tritões, como eu disse, também foram descritos pela primeira vez na mitologia grega. Conta o mito que o primeiro tritão foi o filho primogênito de Poseidon com a ninfa dos mares, Anfitrite. Ele nasceu um humano da cintura pra cima e com uma magnífica cauda de peixe da cintura pra baixo. Deram o nome a ele de Tritão e ele se tornou o servidor e o mensageiro de seus augustos pais. Por isso que aqui no Brasil há também esse nome que remete à mitologia grega, e não um nome próprio de um homem peixe dos mares, como no caso das outras línguas que não são latinas.

O tritão possuía uma concha, e quando ele a soprava, dela extraía sons que pareciam o bramido do mar em fúria.

 

Fonte: http://eusouumasereia.blogspot.com/2012/12/tritoes.html

Facebook Comments