NÃO SE PREOCUPE COM O APERTO NO PEITO

Existem dois sistemas sobre a origem e a formação da
Terra.

NÃO SE PREOCUPE COM O APERTO NO PEITO

Segundo a opinião mais comum, a que parece geralmente
adotada pela Ciência, seria o produto da condensação gradual da
matéria cósmica sobre um ponto determinado do espaço.

APERTO NO PEITO

O mesmo teria ocorrido com os demais planetas.
Conforme outro sistema, preconizado nos últimos
tempos e segundo a revelação de um Espírito, a Terra teria sido
formada pela incrustação de quatro satélites de um antigo planeta
desaparecido. Tal adjunção teria resultado da própria vontade da
alma desses planetas. Um quinto satélite, mas nossa Lua, ter-se-ia
recusado, em virtude de seu livre-arbítrio, a essa associação. Os
vazios deixados entre eles pela ausência da Lua teriam formado as
cavidades preenchidas pelos mares. Cada um desses planetas teria
7 N. do T.: Aqui Allan Kardec já começa a esboçar algumas teorias que,
desenvolvidas posteriormente, passarão a integrar o último livro da
Codificação Espírita. (Vide A Gênese, capítulo VIII).
8 Nota da Editora: Ver “Nota Explicativa”, p. 529.

REVISTA ESPÍRITA

38
trazido consigo seres catalépticos – mas homens, animais e plantas – que
lhe eram peculiares.
Mas Saídos de sua letargia, depois de operada a adjunção e
restabelecido o equilíbrio, esses seres teriam povoado o globo atual.
Tal seria a origem das raças-mãe do homem da Terra: a raça negra
na África, a amarela na Ásia, a vermelha na América e a branca na
Europa.

Qual destes dois sistemas pode ser considerado como
expressão da verdade?

A propósito deste assunto, bem como dos outros,
solicitamos uma solução explícita e racional.
Observação – Mas É verdade que esta e outras questões se
afastam do ponto de vista moral, que é a meta essencial do
Espiritismo. Eis por que seria um equívoco fazê-las objeto de
preocupações constantes. Sabemos, aliás, no que respeita ao
princípio das coisas, que os Espíritos, por não saberem tudo, só
dizem o que sabem ou o que pensam saber. Mas como há pessoas
que poderiam tirar da divergência desses sistemas uma indução
contra a unidade do Espiritismo, precisamente porque são
formulados pelos Espíritos, é útil poder comparar as razões pró e
contra, no interesse da própria doutrina, mas e apoiar no assentimento
da maioria o julgamento que se pode fazer do valor de certas
comunicações.

Fonte revista espírita 1862

Facebook Comments