Planeta Citado por Chico Xavier Nibiru é Mito ou Preconceito?

Apesar de falsa aparencia fisica (que o mundo está confuso, crise entre cristãos, muçulmanos e judeus, inversão de valores humanos etico, e nunca na historia da Terra tivemos tanta informação, mas tambem uma crise individual com a realidade aparente, as pessoas valorizam mais a

“conversa” com a midia das redes sociais, mas não conversa com seu vizinho, a beleza do corpo sendo valorizada e distorcida, somos totalmente dependentes da eletricidade e do que pode nos propiciar conforto na vida, o consumismo está na pauta como sinonimo de felicidade) .  

Receba nossa Newsletter



 

Veja:

Nibiru – O Retorno do Higienizador 

Retornando de seus mais de 3.600 anos de órbita ocultando-se, quase como mágica por conseqüência de sua orbita eclíptica com relação a nosso sol, surge dos confins do universo o “faxineiro das estrelas – Nibiru”.  

As catástrofes globais incluíram chuvas de meteoros, eras glaciais, dilúvios, movimentos das placas continentais e explosões gigantescas de vulcões que modificaram o relevo de nosso planeta e devastaram a vida que proliferava na superfície do oásis azul do sistema solar.  

Abordaremos o assunto pelo plano religioso apenas para podermos fazer uma análise interpretativa de um dos livros sagrados mais lidos em todo mundo – A Bíblia, que através de uma linguagem codificada guarda e pode revelar segredos sobre a história e o futuro de nosso planeta.  

Nibiru AS TROMBETAS 

Observando o trecho registrado na Bíblia, pelo ângulo de acontecimentos atuais no contexto científico astronômico, poderíamos dizer que as inúmeras quedas de meteoros que estão sendo relatadas assim como o importante evento de Chelyabinsk na Rússia, ocorrido recentemente, e que feriu centenas de habitantes, eu me arrisco a dizer que os acontecimentos astronômicos da atualidade estão sincronizados com as escritas sagradas, que quando foram redigidas no passado, ganharam à narrativa, segundo a interpretação ancestral das visões dos narradores ou receptores das mensagens de Deus.  

Podemos ligar eventos astronômicos, como os ataques de meteoros, a modificações estruturais cósmicas, ou seja, quando grandes corpos massivos se deslocam pelo espaço, carregam consigo grandes quantidades de detritos e rochas, de grandes dimensões e por incomensuráveis distâncias em volta deles, além de poderosas forças eletromagnéticas e gravitacionais.  

Eventos atuais  

Aqui neste pequeno trecho poderíamos fazer uma conexão direta com os eventos atuais que se sucedem nas Ilhas Canárias, mais precisamente em EL HIERRO, cuja atividade vulcânica nos últimos meses vem preocupando vulcanólogos e autoridades locais.  

Através de linhas codificadas os livros sagrados contêm o código do apocalipse e tenho quase total certeza de que se aprendermos a ler esta cifra nós encontraremos o planeta desgarrado causador de destruição e morte.  

Muitos teoristas desconsideram ou não associam as narrativas sagradas com Nibiru, no entanto devemos considerar que um livro de tamanho valor cultural e religioso também viajou por séculos e pode como uma espécie de telescópio sagrado estar acompanhando o misterioso astro.  

Planeta X ou Como dizia Chico Xavier  

As informações que temos é que o tal planeta é muito grande, pouco maior que Netuno, e tem uma órbita extremamente elíptica, com um perigeu (distânciamáxima do Sol) de 400 a 500 unidades astronômicas (1 ua = distância da Terra ao Sol), e um perigeu de umas 4 ou 5 ua (entre o Cinturão de Asteróides e Júpiter).  

Seria o mesmo “abominável da desolação” de Jesus, a “abominação desoladora” do profeta Daniel,a “grande estrela ardente com um facho, chamada Absinto” do Apocalipse de João, a “grande estrela”, “o grande rei do terror”, “o monstro” ou “o novo corpo celeste” de Nostradamus, o “astro Intruso” ou “planeta higienizador” da entidade espiritual chamada de Ramatis, o Chico Xavier teria dito sobre o Planeta Chupão (Hercolobus?  

Nibiru?), não por acaso após entrevista do Chico, em 1954, defendendo Ramatís, que falara num certo astro higienizador, que “chuparia” da superfície da Terra (por meio de força magnética) os habitantes do planeta, que já não coadunassem com o novo padrão magnético da Terra, mais elevado, higienizando assim a Terra.  

Tais profecias são corroboradas pelo que se pode ler nos livros espiritualistas.”E a um eclipse do Sol sucederá o mais escuro e o mais tenebroso verão que jamais existiu desde a Criação até a paixão e morte de Jesus Cristo, e de lá até esse dia.  

Projeto SETI 

Neste Ano o Projeto SETI recebeu sinais de rádio desconhecidos vindos da estrela GJ 447 que fica justamente na constelação de Virgem, a mesma que estará com um alinhamento já visto em livros bíblicos agora em Setembro de 2017.  

Chico Xavier e Nibiru 

Chico Xavier: – Esclarece nosso orientador espiritual que o assunto alusivo à aproximação de um Planeta ou de Planetas, da zona – ou melhor da aura da Terra – deve, naturalmente, basear-se em estudos científicos, que possam saciar a curiosidade construtiva das novas gerações renascentes no mundo.  

Razão por que pede ele que não nos detenhamos na expressão física dos acontecimentos que se vizinham, para marcar

maiores acontecimentos – acontecimentos esses de natureza espetacular – na transformação do plano em que estamos

estagiando, no presente século.  

Afirma nosso amigo que o progresso da óptica e das ciências matemáticas, serão portadoras de conclusões da mais alta

importância para os nossos destinos, no futuro próximo.  

Deixar a colméia para instituir outra colônia 

Assim sendo, os GRANDES INSTRUTORES da Humanidade, nos PLANOS SUPERIORES, consideram que, desses

260.000 anos de atividade, 60 a 64 mil anos são empregados na reorganização dos pródomos da vida organizada.  

Após a raça Lemuriana – em seguida aos 28.000 anos de trabalho lemuriano propriamente considerado – chegamos ao

grande período da raça Atlântida, era outros 28.000 anos de grandes trabalhos, no qual a inteligência do mundo se elevou

de maneira considerável.  

Podemos considerar essas raças, como grandes ciclos de serviços, em que somos chamados de mil modos diferentes,

em cada ano de nossa permanência na crosta do planeta, ou fora dela, ao aperfeiçoamento espiritual, que é o objetivo de

nossas lutas, de nossos problemas, de nossas grandes questões, na esfera de relações, uns para com os outros.  

Assim considerando, será mais significativo e mais acertado, para nós, venhamos a estudar a transformação atual da

Terra sob um ponto de vida moral, para que o serviço espiritual, confiado às nossas mãos e aos nossos esforços, não se

perca em considerações, que podem sofrer grandes alterações, grandes desvios;  

Cabe-nos, então 

Cabe-nos, então, sentir, e, mais ainda, reconhecer, que os fenômenos da vida moderna e as modificações que nosso

“habitat” terreal vem apresentando nos indicam a vizinhança de atividades renovadoras, de considerável extensão.  

Elas devem ser apreciadas em si mesmas, e examinadas igualmente no exemplo e no ensinamento de todos aqueles que,

em variados setores culturais, políticos e filosóficos do globo – lhe traduzem a vontade divina, que na essência é sempre a

nossa jornada para o Supremo Bem.  

Os termos da comunicação obtida em Curitiba (a “Conexão de Profecias”, de Ramatís) são de admirável conteúdo para a

nossa inteligência, de vez que, realmente, todos os fatos alusivos à evolução da Terra, e referentes a todos os eventos,

que se relacionam com a nossa peregrinação para a vida mais alta, estão naturalmente planificados, por aqueles

MINISTROS de Nosso Senhor JESUS CRISTO;  

experiência de companheiro 

Embora, porém, esta mensagem, por isso mesmo, seja digna de nosso melhor apreço, contudo, na experiência de

companheiro mais velho, recomenda-nos nosso Orientador Espiritual (Emmanuel) um interesse mais efetivo, para a

fixação de valores morais em nossa personalidade terrena, de conformidade com os padrões estabelecidos no Evangelho

de nosso Divino Mestre.  

Porque, para nossa inteligência, os fenômenos renovadores da existência que nos cercam têm qualquer coisa

sensacional, de surpreendente, nosso coração de inclinar-se, humilde, diante da Majestade do Senhor, que nos concede

tantas oportunidades de trabalho, em nós mesmos, a revelação dos grandes acontecimentos porvindouros;  

prazo de 47 anos é diminuto, para sanar os desequilíbrios morais, de tantos séculos, em que o nosso campo coletivo e

individual adquiriu tantos débitos, diante da sabedoria e diante do amor, que incessantemente apelam para nossa alma, no

sentido de nos levantarmos, para uma clima mais aprimorado da existência.  

Obrigação de esperar 

Nibiru, Hercolubus, planeta X, Planeta Higienizador… Mito ou verdade?

 

se nos compete a obrigação de esperar o melhor para o dia de amanhã cabe-nos, igualmente, o dever de não olvidar que,

junto desses direitos, responsabilidades constringentes contam conosco, para que o Mundo possa, efetivamente, atender

ao programa Divino, através, não somente da superestrutura do pensamento científico – que é hoje um teto brilhante para

os serviços de inteligência do mundo – mas também, através de nossos corações, chamados a plasmar uma vida, que

seja realmente digna de ser vivida por aqueles que nos sucederão nos tempos duros;

Facebook Comments

Deixe uma resposta