COMO SABER SEGURAMENTE PARA ONDE VOU DEPOIS QUE EU MORRER???

COMO SABER SEGURAMENTE PARA ONDE VOU DEPOIS QUE EU MORRER???

COMO SABER SEGURAMENTE PARA ONDE VOU DEPOIS QUE EU MORRER???

Assine a nossa Newsletter



 

https://www.facebook.com/CANALVERDADEESPIRITA/

Chamados de doutrina, filosofia, ciência ou religião, são idéias que guiam nossa concepção do que é a morte e o que vem depois dela.

A iniciativa parte de uma opinião minha, de estarmos cada vez mais inclinados a misturar conceitos de filosofias diferentes para formar uma crença individual e reconfortante sobre a morte.
Heloísa é filha de Herculano Pires (1914-1979), um forte divulgador da doutrina espírita no Brasil e tradutor de Allan Kardec.
Licenciada em matemática, física e pedagogia, fortaleceu-se como oradora ministrando palestras sobre o Espiritismo.

A vida no corpo físico é vista como um aprendizado para o espírito.

Quando morremos, acredita-se que vamos para um plano espiritual, levando o aprendizado dessa vida adiante.

Também se crê na reencarnação e na individualidade da alma – cada alma é única e mantem suas características no plano espiritual.

Assim, a existência na Terra (e em outros planetas) é o caminho dos espíritos em direção a uma alma mais evoluída, que seria a prática da bondade e da tolerância.

Criado na França no século XIX por Allan Kardec (o pseudônimo do pedagogo Hippolyte Léon Denizard Rivail), a doutrina se adaptou bem à vida dos brasileiros

– temos a maior comunidade espírita do mundo.

QUAL É A SUA MISSÃO PELA HORA DO SEU NASCIMENTO?

Por exemplo, um terrorista do ISIS vai estar , do lado de lá, no meio de terroristas.

Já diziam os druidas, os monges tibetanos, os budistas, Confúcio… é um conceito que vem de séculos.

Nossa civilização rejeitou a ideia de que a vida continua, de que reencarnamos, por arrogância, por vaidade.

rejeição começou com os primitivos cristãos, quando a mulher de Constantino não quis nascer escrava.

Pela lei, quem maltrata escravos encontraria dificuldades e talvez até reencarnaria como um escravo.

O marido, para agradá-la – porque ele era menos cristão do que político – fez um concílio acabando com a ideia da reencarnação.
Os egípcios acreditavam, os esquimós… Na Índia, todos acreditam em reencarnação até hoje.

Muitos políticos rejeitam a ideia de encontrar as consequências de seus atos após a morte.

Como o ser é que se julga, um dos maiores problemas do ser são os complexos de culpa inconscientes.

A filosofia existencialista, materialista e espiritualista diz que o homem entra em depressão por medo da vida e da morte.

Por exemplo, no livro “Sexo e Destino” (psicografado por Chico Xavier), a menina morre e reencarna em menos de um ano depois.

Através das dissidências muito bem feitas pelo doutor Ian Stenveson (1918-2007) e pelo doutor Hemendra Nath Banerjee (1929 – 1985), por exemplo.

Entre os esquimós e algumas comunidades na África, acredita-se tanto em reencarnação que quando a criança nasce, eles colocam os objetos de quem já morreu ao lado dela e saberão quem ela é de acordo com aquilo que a criança escolheu.

O doutor Ian Stenveson não era espírita, ele foi um médico psiquiatra dedicado ao estudo científico da reencarnação e publicou, por exemplo: “20 Casos Sugestivos de Reencarnação” (1966).
É filosofia porque da comprovação do fenômeno houve uma mudança de comportamento – naqueles que realmente acreditaram.

Essa relação dos espíritos estarem em outros planos se conecta com os mundos paralelos da física quântica?

Ela teve um acidente com um caiaque durante uma aventura no Chile e entrou em estado de quase morte.

Ela se vê num mundo dos seres de luzes e encontra a avó, a babá, a tia… Ela usa a mesma linguagem que outros usaram em relatos semelhantes, mesmo sem conhecê-los.
Ela é protestante e continua protestante, mas divulga a existência dos seres de luz e diz que a morte não é como os protestantes pensaram.

Em um dos livros de André Luiz (espírito psicografado por Chico Xavier), um dos meninos que vai reencarnar matou seu futuro pai em uma reencarnação anterior.
Pela lei olho por olho, dente por dente, deveria morrer assassinado, mas não existe isso.

 

Existe a lei de ação e reação, mas não essa de olho por olho e dente por dente.
Meu pai (Herculano Pires) escreveu um pequeno grande livro chamado “O Reino”, onde ele diz que o critério não é ter aquela religião ou ter esse ou aquele extrato bancário.
Mesmo que o espírito seja muito ligado ao corpo, quando entrar no crematório, ele vai fugir.

A coragem do Freud foi de contar que as crianças tinham impulsos sexuais e que os homens também tinham histeria.
O suicida sofre porque ele sente as energias que não se desprenderam ainda do corpo físico.

uma sociedade violentíssima, é uma sociedade materialista, considera as pessoas apenas pelo que têm e não pelo que são.
Na verdade, é um desrespeito ao pobre, ao necessitado, ao doente.

Claro que tem muita gente boa no mundo, mas os maus fazem barulho, os maus parece que dominam.

Eu tenho uma teoria de que não é que eles dominam, é que os bons se encolhem por complexo de culpa – talvez tenham sido maus na outra vida e agora têm tanto medo de errar que não fazem o bem, não lutam contra a maldade.

Os políticos por exemplo, só pensam em administrar o próprio bolso, e ninguém fala nada.

Filhos que odeiam os pais, pais que odeiam os filhos, cônjuges que não se suportam e não se largam.

E no momento atual, a falta de emprego, perda de emprego, dificuldades profissionais.

Eu aconselho sempre os especialistas da horizontal: psicólogos e psiquiatras, porque o espiritismo não dispensa tratamento médico.
Ou seja, vai tomar um passe, mas vai também no psicólogo, vai no neurologista, marca uma consulta com o médico.

Antes do computador aparecer na terra, André Luiz o descrevia no mundo espiritual.
No livro “Obreiros da vida eterna”, André Luiz conta 5 casos de morte.

Mesmo sentada na cadeira de rodas, doente, ela já caminhava pela casa, porque ela não estava grudada no corpo físico.
O espírita do livro morre bem também, ele vai com tranquilidade, mas vai chorando e sofrendo pela família que ficou.

Morrer bem é ir tranquilo, com aceitação, largar o corpo físico como uma roupa velha e partir.

PARE DE SOFRER COM A CANDIDÍASE

Médica Revela como Eliminar a Candidíase
naturalmente e parar com as crises recorrentes

 

 

 

Facebook Comments