Os Inícios do Mundo de Regeneração – Divaldo Franco

Divaldo Franco – Os Inicios do Mundo de Regeneração

Divaldo Franco – Os Inicios do Mundo de Regeneração

Ao mover – se em direção de mundo de regeneração, deixa a Terra para trás velhos conceitos, renova suas definições e com isso, causa – se uma inquietude.

Antes do tão sonhado mundo de regeneração é preciso, pois, que sejam reordenados os valores humanos, dentro de novas definições e novos conceitos o que causa um furor naturalmente.

Para que se faça esta transição é necessária a mudança do eu interior de cada indivíduo que pretende pleitear o concurso de continuar como encarnante do planeta Terra.

“ Fora da caridade não há salvação ! ” grandiosa mensagem que Kardec nos trouxe com sua codificação. O mundo de regeneração clama para que seus habitantes sejam voltados para o bem – estar da comunidade terrena. Não mais terão a chance de reencarnar no orbe terrestre os que se comprazem com o mal, os assassínios, os maléficos.

O degredo que uma vez ocorreu em Capela

– planeta que entrou no processo de regeneração tempos atrás e presenteou a terra, até então mundo primitivo, com seus exilados que muito contribuíram para a evolução intelectual do planeta e com isso espiaram e elevaram – se moralmente

– logo se dará com a Terra. Para finalizar este breve estudo sobre os mundos de regeneração, iremos estudar o que Kardec nos trás em “ O evangelho Segundo o espiritismo ”, no capítulo III, itens 16 a 18 : Cada turbilhão planetário, a deslocar – se no espaço em torno de um centro comum, arrasta consigo seus mundos primitivos, de exílio, de provas, de regeneração e de felicidade. Mas, ah ! Há as que sucumbem, e Deus, que não as quer aniquiladas, lhes permite irem para esses mundos onde, de encarnação em encarnação, elas se depuram, regeneram e voltam dignas da glória que lhes fora destinada. Os mundos regeneradores servem de transição entre os mundos de expiação e os mundos felizes.

A alma penitente encontra neles a calma e o repouso e acaba por depurar – se.

 

Facebook Comments