5 PROFECIAS DE CHICO XAVIER SOBRE O BRASIL O MUNDO

O jornal Folha Espírita de maio de 2011 traz uma revelação feita em 1986, pelo médium Francisco Cândido Xavier sobre o futuro reservado ao planeta Terra e a todos os seus habitantes nos próximos anos.
Na ocasião da conversa que descrevo nas páginas seguintes, senti que minha mente estava recebendo um tratamento mnemônico diferente, para que não viesse a esquecer aquelas palavras proféticas, e que, em momento oportuno do futuro, eu seria chamado a testemunhá-las.

Tive a felicidade de conviver na intimidade com Chico Xavier, dialogando com ele vezes sem conta, madrugada adentro, sobre variados assuntos de nossos interesses comuns, notadamente sobre esclarecimentos palpitantes acerca da Doutrina dos Espíritos e do Evangelho de Jesus.

Desde então, em nossos colóquios, Chico Xavier tinha sempre uma ou outra palavra esclarecedora sobre o assunto, pontuando esse ou aquele versículo e fazendo-me compreender, aos poucos, o momento de transição pelo qual passa o nosso orbe planetário, a caminho da regeneração”.

Numa dessas conversas, lembrando o livro Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, escrito pelo espírito Humberto de Campos, Lemos Neto externou ao Chico sua dúvida quanto ao título do livro, uma vez que ainda naquela ocasião, em meados da década de 80, o Brasil vivia às voltas com a hiperinflação, a miséria, a fome, as grandes disparidades sociais, o descontrole político e econômico, sem falar nos escândalos de corrupção e no atraso cultural.

PROFECIAS DE CHICO ” Lembro-me, como hoje, a expressão surpresa do Chico me respondendo:

“Ora, Geraldinho, você está querendo privilégios para a Pátria do Evangelho, quando o fundador do Evangelho, que é Nosso Senhor Jesus Cristo, viveu na pobreza, cercado de doentes e necessitados de toda ordem, experimentou toda a sorte de vicissitudes e perseguições para ser supliciado quase abandonado pelos seus amigos mais próximos e morrer crucificado entre dois ladrões?

XXIV, cujo título é O Espiritismo e as Grandes Transições, nele Emmanuel afirmara que os espíritos abnegados e esclarecidos falavam de uma nova reunião da comunidade das potências angélicas do Sistema Solar, da qual é Jesus um dos membros divinos, e que a sociedade celeste se reuniria pela terceira vez na atmosfera terrestre, desde que o Cristo recebeu a sagrada missão de redimir a nossa humanidade, para, enfim, decidir novamente sobre os destinos do nosso mundo”.

O que posso lhe dizer, Geraldinho, é que depois de muitos diálogos e debates entre eles foram dadas diversas sugestões e, ao final do celeste conclave, a bondade de Jesus decidiu conceder uma última chance à comunidade terráquea, uma última moratória para a atual civilização no planeta Terra.

Perguntei-lhe sobre qual fora então as deliberações de Jesus, e ele me respondeu: “Nosso Senhor deliberou conceder uma moratória de 50 anos à sociedade terrena, a iniciar-se em 20 de julho de 1969, e, portanto, a findar-se em julho de 2019.

Ordenou Jesus,

então, que seus emissários celestes se empenhassem mais diretamente na manutenção da paz entre os povos e as nações terrestres, com a finalidade de colaborar para que nós ingressássemos mais rapidamente na comunidade planetária do Sistema Solar, como um mundo mais regenerado, ao final desse período.
Segundo a imposição do Cristo, as nações mais desenvolvidas e responsáveis da Terra deveriam aprender a se suportarem umas às outras, respeitando as diferenças entre si, abstendo-se de se lançarem a uma guerra de extermínio nuclear.

  • Segundo a deliberação do Cristo, se e somente se as nações terrenas, durante este período de 50 anos, aprendessem a arte do bom convívio e da fraternidade, evitando uma guerra de destruição nuclear, o mundo terrestre estaria enfim admitido na comunidade planetária do Sistema Solar como um mundo em regeneração.

também os nossos irmãos de outros planetas mais evoluídos terão a permissão expressa de Jesus para se nos apresentarem abertamente, colaborando conosco e oferecendo-nos tecnologias novas, até então, inimagináveis ao nosso atual estágio de desenvolvimento científico;

Foi então que, fazendo as vezes de advogado do diabo, perguntei a ele: Chico, até agora você tem me falado apenas da melhor hipótese, que é esta em que a humanidade terrestre permaneceria em paz até o fim daquele período de 50 anos.

Geraldinho,

caso a humanidade encarnada decida seguir o infeliz caminho da III Guerra mundial, uma guerra nuclear de conseqüências imprevisíveis e desastrosas, aí então a própria mãe Terra, sob os auspícios da Vida Maior, reagirá com violência imprevista pelos nossos homens de ciência.

Não só seremos o celeiro alimentício e de matérias-primas para o mundo, como também a grande fonte energética, com o descobrimento de enormes reservas petrolíferas que farão da Petrobrás uma das maiores empresas do mundo.

O Brasil crescerá a passos largos e ocupará importante papel no cenário global, isso terá como conseqüência a elevação da cultura brasileira ao cenário internacional e, a reboque, os livros do Espiritismo Cristão, que aqui tiveram solo fértil no seu desenvolvimento, atingirão o interesse das outras nações também.

Agora, caso ocorra a pior hipótese, com o Hemisfério Norte do planeta tornando-se inabitável, grandes fluxos migratórios se formariam então para o Hemisfério Sul, onde se situa o Brasil que, então, seria chamado mais diretamente a desempenhar o seu papel de Pátria do Evangelho, exemplificando o amor e a renúncia, o perdão e a compreensão espiritual perante os povos migrantes.

Nova Era da Terra,

neste caso, demoraria mais tempo para chegar com todo seu esplendor

de conquistas científicas e morais, porque seria necessário mais

um longo período de reconstrução de nossas nações e sociedades,

forçadas a se reorganizarem em seus fundamentos mais básicos”.

Segundo Chico me revelou, o que restasse da ONU acabaria por decidir

a invasão das nações do Hemisfério Sul, incluindo-se aí obviamente

o Brasil e o restante da América do Sul, a Austrália e o sul da África,

a fim de que nossas nações fossem ocupadas militarmente e divididas

entre os sobreviventes do holocausto no Hemisfério Norte.

Aí é que nós, brasileiros, iríamos ser chamados a exemplificar a verdadeira fraternidade

cristã, entendendo que nossos irmãos do Norte, embora invasores a

“mano militare”, não deixariam de estar sobrecarregados e aflitos com

as conseqüências nefastas da guerra e das hecatombes telúricas,

e, portanto, ainda assim, devendo ser considerados nossos irmãos

do caminho, necessitados de apoio e arrimo, compreensão e amor.

Os asiáticos poderão incorporar à nossa gente suas mais altas noções

de respeito ao dever, à disciplina, à honra, aos anciãos e às tradições milenares.

E, então, por fim,

nós brasileiros, ofertaremos a eles, nossos irmãos na carne, os mais altos valores

de espiritualidade que, mercê de Deus, entesouramos no coração fraterno

e amigo de nossa gente simples e humilde, essa gente boa que reencarnou

na grande nação brasileira para dar cumprimento aos desígnios de

Deus e demonstrar a todos os povos do planeta a fé na Vida Superior,

testemunhando a continuidade da vida além-túmulo e o exercício sereno e nobre da mediunidade com Jesus”.

Outra decisão dos benfeitores espirituais da Vida Maior foi a que determinou que,

após o alvorecer do ano 2000 da Era Cristã, os espíritos empedernidos

no mal e na ignorância não mais receberiam a permissão para reencarnar na face da Terra.

Reencarnar aqui, a partir dessa data, equivaleria a um valioso prêmio justo,

destinado apenas aos espíritos mais fortes e preparados, que souberam amealhar,

Veja Também

 

Como tratar, recuperar e vencer a Bonquite

Bocejo

 

O Bocejo e a Mediunidade

 

Colonias Espirituais

 

 

Colonias Espirituais que estão no território Brasileiro

 

.

no transcurso de múltiplas reencarnações, conquistas espirituais relevantes

como a mansidão, a brandura, o amor à paz e à concórdia fraternal entre povos e nações.

Insere-se dentro dessa programação de ordem superior a própria reencarnação

do mentor espiritual de Chico Xavier, o espírito Emmanuel, que, de fato,

veio a renascer, segundo Chico informou a variados amigos mais próximos, exatamente no ano 2000.

Todos os demais espíritos, recalcitrantes no mal, seriam então, a partir de 2000,

encaminhados forçosamente à reencarnação em mundos mais atrasados,

de expiações e de provas aspérrimas, ou mesmo em mundos primitivos,

vivenciando ainda o estágio do homem das cavernas, para poderem

purgar os seus desmandos e a sua insubmissão aos desígnios superiores.

5 PROFECIAS DE CHICO XAVIER SOBRE O BRASIL O MUNDO E O FUTURO DA HUMANIDADE!

Facebook Comments