CHICO XAVIER filme completo

Cândido Xavier (foto ao lado) em todas as épocas nasceu em Pedro Leopoldo, modesta cidade de Minas Gerais, Brasil, em 2 de abril de 1910.
Viveu, desde 1959, em Uberaba, no mesmo Estado, desencarnando no dia 30 de junho de 2002, dia em que o Brasil sagrou-se pentacampeão mundial de futebol.

Até 1931 recebe muitas poesias e mensagens, várias das quais saíram a público, estampadas, à revelia do médium, em jornais e revistas, como de autoria de F.

Dentro de grandes conflitos e extremas dificuldades, o menino ia crescendo, sempre puro e sempre bom, incapaz de uma palavra obscena, de um gesto de desobediência.

Depoimento de Chico Xavier

“Era uma noite quase gelada e os companheiros que se acomodavam junto à mesa me seguiram os movimentos do braço, curiosos e comovidos.

A sala não era grande, mas, no começo da primeira transmissão de um comunicado do mais Além, por meu intermédio, senti-me fora de meu próprio corpo físico, embora junto dele.

No entanto, ao passo que o mensageiro escrevia as dezessete páginas que nos dedicou, minha visão habitual experimentou significativa alteração.

telhado como que se desfez e, fixando o olhar no alto, podia ver estrelas que tremeluziam no escuro da noite.

Entretanto, relanceando o olhar no ambiente, notei que toda uma assembléia de entidades amigas me fitavam com simpatia e bondade, em cuja expressão adivinhava, por telepatia espontânea, que me encorajavam em silêncio para o trabalho a ser realizado, sobretudo, animando-me para que nada receasse quanto ao caminho a percorrer.”

CHICO XAVIER filme completo Emmanuel e duas orientações para o resto de sua vida

O Espírito Emmanuel, nos primórdios da mediunidade de Chico Xavier, deu-lhe duas orientações básicas para o trabalho que deveria desempenhar.

segunda mais importante orientação de Emmanuel para o médium é assim relembrada: – “Lembro-me de que num dos primeiros contatos comigo, ele me preveniu que pretendia trabalhar ao meu lado, por tempo longo, mas que eu deveria, acima de tudo, procurar os ensinamentos de Jesus e as lições de Allan Kardec e, disse mais, que, se um dia, ele, Emmanuel, algo me aconselhasse que não estivesse de acordo com as palavras de Jesus e de Kardec, que eu devia permanecer com Jesus e Kardec, procurando esquecê-lo.”

Sua vida privada e pública tem sido objeto de toda especulação possível, na informação falada, escrita e televisionada.

“Parnaso de Além-Túmulo”, a primeira obra publicada em 1932, provocou (e comprovou) a questão da identificação das produções mediúnicas, pelo pronunciamento espontâneo dos críticos, tais como Humberto de Campos, ainda vivo na época, Agripino Grieco, severo crítico literário, de renome nacional, Zeferino Brasil, poeta gaúcho, Edmundo Lys, cronista, Garcia Júnior, etc.

Romances históricos formam a série Romana, de Emmanuel, composta de: “Há 2000 Anos…

“, “50 Anos Depois”, “Ave, Cristo!”

, “Paulo e Estevão”, provocando a elaboração do “Vocabulário Histórico-Geográfico dos Romances de Emmanuel”, de Roberto Macedo, estudo elucidativo dos eventos históricos citados nas obras.

extraordinária capacidade mediúnica de Chico Xavier está comprovada pela grande quantidade de autores espirituais, da mais elevada categoria, que por seu intermédio se manifestam.

Sua vida, verdadeiramente apostolar, dedicou-a, o médium, aos sofredores e necessitados, provindos de longínquos lugares e também aos afazeres medianeiros, pelos quais não aceita, em absoluto, qualquer espécie de paga.

  • Resposta – Depois de haver salientado a disciplina como elemento indispensável a uma boa tarefa mediúnica, ele me disse: ‘Temos algo a realizar.
  • ‘ Repliquei de minha parte qual seria esse algo e o benfeitor esclareceu: ‘Trinta livros pra começar!’ Considerei, então: como avaliar esta informação se somos uma família sem maiores recursos,grande benfeitor explicou-me, com paciência: “Você perguntou, em Pedro Leopoldo, se a nossa tarefa estava completa e quero informar a você que os mentores da Vida Maior, perante os quais devo também estar disciplinado, me advertiram que nos cabe chegar ao limite de cem livros.”

Agora, estou na obrigação de dizer a você que os mentores da Vida Superior,

que nos orientam, expediram certa instrução que determina seja a sua atual reencarnação desapropriada, em benefício da divulgação dos princípios espíritas-cristãos, permanecendo a sua existência, do ponto de vista físico, à disposição das entidades espirituais que possam colaborar na execução das mensagens e livros, enquanto o seu corpo se mostre apto para as nossas atividades.”

Muito desapontado, perguntei: então devo trabalhar na recepção de mensagens e livros do mundo espiritual até o fim da minha vida atual?

Naturalmente, impressionado com o que ele dizia, voltei a interrogar: e se eu não quiser, já que a Doutrina Espírita ensina que somos portadores do livre arbítrio para decidir sobre os nossos próprios caminhos?

Emmanuel,

então, deu um sorriso de benevolência paternal e me cientificou: “A instrução a que me refiro é semelhante a um decreto de desapropriação, quando lançado por autoridade na Terra.

Se você recusar o serviço a que me reporto, segundo creio, os orientadores dessa obra de nos dedicarmos ao Cristianismo Redivivo, de certo que eles terão autoridade bastante para retirar você de seu atual corpo físico!”

Quando eu ouvi sua declaração, silenciei para pensar na gravidade do assunto, e continuo trabalhando, sem a menor expectativa de interromper ou dificultar o que passei a chamar de “Desígnios de Cima.”

(Fonte: “O Espírita Mineiro”, número 205, abril/junho de 1988.)

Palavras de Chico Xavier ao contemplar 40 anos de mediunidade “Estes quarenta anos de mediunidade passaram para o meu coração como se fossem um sonho bom.

Foram quarenta anos de muita alegria, em cujos caminhos, feitos de minutos e de horas e de dias, só encontrei benefícios, felicidade, esperanças, otimismo, encorajamento da parte de todos aqueles que o Senhor me concedeu, dos familiares, irmãos, amigos e companheiros.

Quarenta anos de felicidade que agradeço a Deus em vossos corações, porque sinto que Deus me os concedeu nos vossos corações, que representam outros muitos corações que estão ausentes de nós.

Agora, sinto que Deus me concedeu por vosso intermédio uma vida tocada de alegrias e bênçãos, como eu não poderia receber em nenhum outro setor de trabalho na Humanidade.

Quanto ao livro, devo dizer que,

certa feita, há muitos anos, procurando o contato com o Espírito de nosso benfeitor Emmanuel, ao pé de uma velha represa, na terra que me deu berço na presente encarnação, muitas vezes chegava ao sítio, pela manhã, antes do amanhecer.

E muitas almas boas, corações queridos, que passavam pelo mesmo caminho em que nós orávamos, colhiam essas flores e as levavam consigo com transporte de alegria e encantamento.

Creio que nesses momentos, em que ouço as palavras desses corações

maravilhosos, que usaram o verbo para comentar o aparecimento desses

cem livros, agora cento e dois livros, lembro este quadro que nunca

me saiu da memória, para declarar-vos que me sinto na condição do

charco que, pela misericórdia de Deus, um dia recebeu essas flores

que são os livros e que pertencem muito mais a vós outros do que a mim.

Rogo, assim, a todos os companheiros, que me ajudem através da

oração, para que a luta natural da vida possa drenar a terra pantanosa

que ainda sou, na intimidade do meu coração, para que eu possa um dia

servir a Deus, de conformidade com os deveres que a Sua infinita misericórdia me traçou.

(Fonte: “O Espírita Mineiro”, número 137, abril/maio/junho de 1970.)

Considerações finais Em 1997, Chico Xavier completou 70 anos de

incessante atividade mediúnica, da maior significação espiritual,

em prol da Humanidade, abrangendo seus mais diversos segmentos.

Francisco Cândido Xavier psicografou mais de 400 (quatrocentas)

obras mediúnicas, de centenas de autores espirituais, abarcando

os mais diversos e diferentes assuntos, entre poesias, romances,

contos, crônicas, história geral e do Brasil, ciência, religião, filosofia, literatura infantil, etc.

Fiel ao princípio Crístico do “dai de graça o que de graça recebestes”,

jamais usufruiu dos direitos autorais provenientes de seu extraordinário

dom mediúnico, sempre, ao contrário, repassando-os, em cartório,

à editoras de divulgação espírita e inúmeras obras assistenciais.

Chico Xavier partiu, mas o testemunho de sua existência permanecerá

como diretriz segura para todos os que esposam os ideais espíritas e cristãos,

sobretudo aos que, voluntariamente, se vêem comprometidos com a difícil tarefa do intercâmbio mediúnico.

É notável ainda a absoluta fidelidade

aos compromissos espirituais assumidos bem como ao perfeito

equilíbrio do tríplice aspecto doutrinário do espiritismo.

Fortalecidos na mais pura moral cristã deram seu testemunho

de serviço incondicional à humanidade, acreditando verdadeiramente

na força delicada e transformadora do bem que os motivava.

A grandeza de Chico, assim como a de Kardec, podem ser avaliadas

claramente no testemunho explícito de suas vidas e suas obras,

porque de boas árvores somente colhe-se bons frutos.

No triste palco do mundo, nesses últimos tempos, as vozes de

Chico e Kardec foram as que ecoaram de forma mais despojada

e cristalina o brado revitalizador do cristianismo, “em espírito e verdade”,

tal como vislumbrara o divino Mestre.

‘Era 08 de julho o de 1927 o jovem Francisco recebia a sua primeira psicografia

e em 1932, foi publicado o seu primeiro livro “Parnaso de Além-Túmulo,

assustando assim a todos, pois com apenas o quarto ano primário

recebe mensagens de grandes vultos de nossa Literatura Brasileira.

Veja Também

 

Como tratar, recuperar e vencer a Bonquite

Bocejo

 

O Bocejo e a Mediunidade

 

Colonias Espirituais

 

 

Colonias Espirituais que estão no território Brasileir

 

.

Pedimos a todos companheiros

de ideais e amigos do nosso querido CHICO, que nesta data tão significativa,

façamos uma grande corrente ecumênica, pedindo a NOSSA Mãe

Santíssima e ao nosso irmão maior JESUS, que continue lhe dando

as forças que ele deixou e continua dando a todos com seus exemplos

Cristãos, continuando a sua sublime missão: Deixar a todos nós a sua

palavra de coragem, confiança, fé deste Aposto do nosso Divino Amado JESUS.

Apesar dos problemas e o mais importante pela missão diante da humanidade

que Chico Xavier veio pra desempenhar ele teve 5 moratórias e isso significa

o quanto ele era e é importante para toda a humanidade um verdadeiro emissário de Jesus.

CHICO XAVIER filme completo

Facebook Comments

Deixe uma resposta